30/03/2011 - Grupo VPA prevê receita 35% maior

Para alcançar a meta, empresa lançou um selo que padronizará a qualidade dos empreendimentos. JULIA DUARTE. DIVULGAÇÃO Mercado está aquecido e demandando pessoal, disse Marcelo Andrade Mercado está aquecido e demandando pessoal, disse Marcelo Andrade Há 30 anos no mercado, o Grupo VPA, do qual fazem parte as empresas VPA Urbanismo e Construções, especializada em loteamento e condomínios fechados, e VPA Equipamentos, que atua na locação de equipamentos para a indústria de construção pesada, prevê para este ano um crescimento de 35% na comparação com 2010. No ano passado, a expansão registrada sobre 2009 foi de 30%. Para alcançar a meta de crescimento traçada para este ano, a empresa lançou em novembro de 2010 o selo Blue Garden, que incorpora um conceito de alto padrão de qualidade aos empreendimentos da VPA Urbanismo e Construções. Para o diretor de novos negócios da empresa, Marcelo Andrade, o selo irá permitir a padronização dos empreendimentos que possuem algum diferencial. "São empreendimentos com localização privilegiada, sistema de segurança e infraestrutura diferenciada, responsabilidade ambiental, entre outros fatores. Com o selo, todos eles terão um formato padronizado, o que irá permitir uma maior velocidade de lançamento", explicou Andrade. Mercado carioca - Um desses empreendimentos já foi lançado no mercado. O Blue Garden Vale dos Araxás, situado na cidade de Araxá, na região do Alto Paranaíba, com previsão de entrega ainda para este ano. Entre os próximos empreendimentos desta linha está o Blue Garden Ecoville São Pedro, situado na cidade de São Pedro da Aldeia, na Região dos Lagos, no Rio de Janeiro. O condomínio contará com 337 áreas de 360 a 600 metros quadrados e Valor Geral de Venda (VGV) de R$ 40 milhões. As unidades serão comercializadas a partir de R$ 79 mil no pré-lançamento, com financiamento direto com a incorporadora. Este é o segundo empreendimento da VPA na região. O primeiro, o loteamento Jardins de São Pedro, também com 337 unidades, foi, segundo Andrade, um sucesso de vendas. O diretor de novos negócios do Grupo VPA informou que a empresa registrou um incremento de 30% no faturamento de 2010 sobre 2009. Ele acredita que o crescimento foi fruto do bom momento do mercado imobiliário aliado à consolidação da empresa no mercado. Outras apostas - Para 2011, as expectativas são de crescimento em torno de 35%. Andrade informou que para alcançar a meta, além do lançamento do selo Blue Garden, outros investimentos estão sendo feitos. "Buscamos a consolidação da nossa marca no mercado e estamos ampliando a nossa atuação em outras cidades." Estão previstos cinco lançamentos ainda neste ano, todos eles em Minas Gerais. "Outros empreendimentos estão em fase de estudo", adiantou Andrade. Mesmo vivendo uma boa fase, o Grupo VPA enfrenta gargalos comuns ao mercado em que atua. Para o diretor de novos negócios do Grupo, a principal dificuldade está relacionada à aprovação dos projetos dos empreendimentos. "Existe uma grande burocracia dentro dos órgãos públicos responsáveis pela aprovação e cada um deles mantém um tipo de processo, não há um padrão, o que atrasa os lançamentos", avaliou. Para driblar esse gargalo, o Grupo VPA mantém uma equipe multidisciplinar que acompanha de perto todo o processo. A questão da mão de obra também foi citada por Andrade como uma dificuldade do mercado. " difícil encontrar profissionais qualificados. O mercado está aquecido e demandando pessoal. Por isso, buscamos incentivar o desenvolvimento dos funcionários dentro da própria empresa." Atualmente, a empresa gera 30 empregos diretos.