Publicidade
18/10/2017
Login
Entrar

Negócios

11/08/2017

Uberlândia Refrescos conclui 1ª fase de projeto

Serão entregues um centro de distribuição de 28 mil metros quadrados, prédio social e portaria
Thaíne Belissa
Email
A-   A+
A planta atual, hoje, opera no limite de sua capacidade de armazenamento/Divulgação
A primeira etapa das obras da nova fábrica da Uberlândia Refrescos, no Triângulo Mineiro, está prestes a ser entregue. De acordo com o superintendente da empresa, Sérgio Gallo, estão sendo finalizados nessa primeira fase a construção de um centro de distribuição (CD) de 28 mil metros quadrados com galpão de armazenamento, prédio social e portaria. A expectativa é de que a fábrica seja transferida para o local no início do ano que vem. O CD é apenas a primeira fase de um projeto que já vem sendo planejado há, pelo menos, dois anos, e que dará lugar à nova planta industrial da Uberlândia Refrescos. Em 2015, o projeto da fábrica tinha previsão de investimento de R$ 130 milhões mas, de lá para cá, esse orçamento mudou, e o novo aporte não foi revelado.

Com 41 anos de operação em Uberlândia, a fábrica de bebidas é franqueada da Coca-Cola. Ela produz e distribui refrigerantes da marca norte-americana, além da Heineken, contendo, ao todo, 250 itens em seu mix. A empresa atende 24 mil clientes no Triângulo Mineiro, no Alto Paranaíba e na região Noroeste de Minas Gerais.

O superintendente explica que a construção da nova fábrica é uma ação estratégica para garantir o crescimento do negócio, tendo em vista que a planta, hoje, opera no limite de sua capacidade de armazenamento. Atualmente, a unidade produz 35 milhões de caixas com 24 garrafas de 237 ml de Coca-Cola por ano.

“Com a crise econômica houve uma retração no consumo e o resultado da fábrica também recuou - sem revelar o montante. Mesmo assim, estamos mantendo o planejamento estratégico e investindo na expansão da fábrica a fim de continuar crescendo. Hoje, estamos com a capacidade de armazenagem esgotada, então temos que investir, senão quando houver uma retomada no crescimento, como vamos expandir?”, afirma.

Gallo explica que o projeto prevê a construção de uma fábrica completa na mesma cidade, a 9 Km da atual planta. Em 2015, o superintendente chegou a afirmar que o investimento seria de R$ 130 milhões e que a nova fábrica geraria 500 empregos. Mas, ele explica que o projeto foi todo revisto e ainda não é possível dizer o novo aporte e nem a estimativa de geração de empregos.

Leia também:
Growlerias invadem Belo Horizonte

Detalhamento -
O superintendente explica que a primeira fase da construção inclui um CD de 28 mil metros quadrados, com galpão de armazenamento, prédio social e portaria. De acordo com ele, o CD tem capacidade para atender a demanda da Uberlândia Refrescos até 2030. Segundo o executivo, o espaço foi todo projetado para atender à certificação Leadership in Energy and Environmental Design (Leed), que é entregue a construções sustentáveis e que cumprem critérios de racionalização de recursos.

“Só para se ter ideia, o CD terá dois tanques de 200 mil litros para reaproveitamento da água da chuva. Além disso, teremos uma usina de energia fotovoltaica com a instalação de 840 placas no teto do galpão”, afirma. De acordo com Gallo, a obra está em execução desde o ano passado e a expectativa é que ela seja entregue em dezembro deste ano. A mudança do armazenamento da fábrica para o novo espaço acontecerá até o início do ano que vem.

Reconhecimento - Além de comemorar o início de sua expansão física, a Uberlândia Refrescos também está celebrando uma recente conquista: o Prêmio Mineiro de Qualidade (PMQ), na categoria Rumo à Excelência, concedido pelo Instituto Qualidade Produtividade Minas (IQOM). O prêmio, entregue à empresa no início deste mês, avalia empresas que estão em busca de excelência em sua gestão e é concedido mediante uma análise baseada em um Modelo de Excelência de Gestão (MEG). “Receber esse prêmio foi muito gratificante porque comprova a maturidade da nossa gestão”, destaca Gallo.

Publicidade

Aproveite! Assine o DC e tenha notícias exclusivas

Leia também

18/10/2017
Uberlândia representa instituição americana
Conquista garante canal de comunicação e a realização de eventos que promovam soluções inovadoras
18/10/2017
Ecossistema para startups se fortalece no Brasil
São Paulo - O Brasil tem observado nos últimos anos um crescimento no número de startups de tecnologia, mas embora o segmento apresente mais força para avançar...
18/10/2017
FCA dribla crise com pioneirismo
Estratégia da multinacional foi revelada durante a 2ª edição do CEO Fórum
18/10/2017
[Ferramenta] Por que a Heinz dedica 3 semanas do planejamento estratégico só para fazer perguntas?
O planejamento estratégico é um exercício de buscar respostas. Mas, antes, é preciso ter certeza de que você está fazendo as perguntas certas
18/10/2017
Le Wagon promove bootcamp na Capital
Operando no Rio de Janeiro e em São Paulo há um ano, a Le Wagon, escola de programação europeia voltada para startups, pessoas criativas e empreendedores em tecnologia,...
 
© Diário do Comércio. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.