Publicidade
20/11/2017
Login
Entrar

Negócios

15/08/2017

Receita da Pif Paf deve ir a R$ 4 bilhões

Estimativa da empresa é para 2020 e contempla, ainda, aquisições no período
Mírian Pinheiro
Email
A-   A+
A empresa atua há quase 50 anos nas regiões Sudeste e Centro-Oeste e possui 4 unidades fabris em Minas/Divulgação
Com mais de 80 mil clientes, 300 produtos no portfólio, e uma produção de 20 mil toneladas/mês, a mineira Pif Paf planeja dobrar o faturamento em quatro anos, passando de R$ 1,9 bilhão – registrado em 2016 - para R$ 4 bilhões em 2020. Também estão previstas aquisições.

As informações são da diretora de Desenvolvimento Organizacional da companhia, Valéria Maria Souza. “Ainda não sabemos o valor total do investimento para essas novas aquisições, estamos levantando as oportunidades de negócios depois da operação Carne Fraca. São muitos frigoríficos que podem ser incorporados ao grupo”, diz, antecipando que até o final deste ano a companhia terá dobrado a capacidade instalada. A companhia havia anunciado em 2015 um plano de investimento para 2016 de R$ 54 milhões, que contemplava exatamente a ampliação da capacidade produtiva e presença no mercado. O plano não se concretizou e o montante desse capital está sendo revisto agora.

Ainda de acordo com a diretora, 95% da produção da Pif Paf é direcionada ao mercado interno e somente 5% ao externo, sendo o Japão o maior importador, além de Hong Kong, Cingapura, Rússia, Angola, Cuba, Vietnã, entre outros. Com a ampliação da área operacional, a empresa espera estar, em quatro anos, entre as quatro maiores empresas de alimentos do País. Seu mix contempla carnes, pizzas, lasanhas, pães de queijo, pescados, vegetais, embutidos e salgadinhos.

A empresa atua há quase 50 anos nas regiões Sudeste e Centro-Oeste e possui quatro unidades fabris em Minas: em Visconde de Rio Branco (aves), Viçosa (embutidos), Leopoldina e Patrocínio (suínos). Há também uma unidade em Palmeira de Goiás, interior de Goiás. Ao todo, promove o abate de 74 milhões de aves e 554 mil de suínos por ano. A Pif Paf Alimentos é a maior empresa da região Sudeste e a 7ª do País no setor de aves e suínos, de acordo com o “12º Anuário Melhores do Agronegócio 2016 - Globo Rural, da Editora Globo”.

Premiação - Com sede corporativa em Belo Horizonte, a Pif Paf conta hoje com cerca de 8.500 empregados diretos em suas cinco plantas industriais. Há 20 anos, a companhia promove um programa de melhoria do processo produtivo da unidade em toda sua estrutura fabril e o resultado dialoga com os planos de crescimento da empresa.

A Pif Paf acaba de ganhar o primeiro lugar em Círculos de Controle de Qualidade, oferecido pela União Brasileira para a Qualidade (UBQ). O prêmio foi conquistado pela primeira vez pela equipe de funcionários da unidade de Patrocínio, no Alto do Paranaíba.

Segundo Valéria Souza, por meio da aplicação de ferramentas de gestão da qualidade, um grupo voluntário de empregados planejou e executou ações que resultaram na redução de 74% da quantidade de massa de linguiça descartada. Esse descarte impactava o segundo processo produtivo mais relevante da unidade, a presuntaria, em 18,13% do faturamento e em 17,17% do volume de produção da fábrica.

O projeto premiado denominado “Menos é Mais” começou no ano passado, quando funcionários do primeiro turno do setor de industrializados da fábrica constituíram uma equipe, para participar do Círculo de Controle da Qualidade da empresa. O grupo, formado por cinco funcionários, fez um levantamento das principais necessidades e decidiu atacar o problema da perda de matéria-prima na linha de linguiças. A meta inicial era reduzir em 25% a perda.

Segundo a diretora, já são 30 novos grupos de trabalho formados na empresa. Para ela, a mobilização premiada chega como uma resposta às ferramentas de qualidade adotadas e reforçam a importância de se buscar constantemente a redução de custos e a melhoria dos processos, tanto da área administrativa quanto da operacional.

O programa tem duração anual e é realizado em três etapas: identificação do problema, proposta de solução e avaliação dos resultados. O acompanhamento sistêmico garante a sustentabilidade da solução. Os funcionários também recebem uma premiação financeira da empresa como recompensa pelo engajamento. A Pif Paf é certificada pela ISO 9001:2008, possui Sistema de Gestão da Qualidade, além de ser certificada pela Análise de Perigos e Pontos Críticos de Controle (APPCC), o que garante o desenvolvimento de estratégias e melhorias contínuas da qualidade dos produtos.

Publicidade

Aproveite! Assine o DC e tenha notícias exclusivas

Leia também

18/11/2017
Receita da Acoplation deve ir a R$ 40 milhões
Resultado representará um crescimento de 30% em relação a 2016; empresa hoje gera 650 empregos
18/11/2017
Startup Pharmaview desenvolve vacina contra vício em cocaína
Com uma média de consumo de cocaína acima da média mundial, o Brasil vive um cenário trágico. De acordo com o Levantamento Nacional de Álcool e Drogas...
18/11/2017
Nature Derme amplia atendimento
Prestes a completar 30 anos de mercado, a rede de farmácia de manipulação Nature Derme lança produtos e comemora oito lojas em funcionamento na Capital e região...
18/11/2017
Café com Doce vai ampliar produção
Expectativa é multiplicar em 10 vezes o volume fabricado, chegando a 50 t/mês de doces em 2018
18/11/2017
Restaurante Haus München comemora 50 anos de atividades ininterruptas
Com um movimento médio de 2,5 mil clientes por mês, o restaurante Haus München, localizado no Santo Agostinho, região Centro-Sul da Capital, comemora no próximo...
 
© Diário do Comércio. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.