Publicidade
20/09/2017
Login
Entrar

Agronegócio

12/09/2017

Norte-americana Pilgrim?s Pride pagou US$ 1 bi à controladora JBS pela subsidiária Moy Park

Reuters
Email
A-   A+
São Paulo e Bengaluru - A processadora de carne de frango norte-americana Pilgrim’s Pride Corp concordou ontem em pagar à controladora JBS cerca de US$ 1 bilhão pela subsidiária britânica Moy Park, ajudando a gigante brasileira a manter um ativo de valor em meio a um crescente escândalo.

Em comunicado, a Pilgrim’s Pride informou que a aquisição da Moy Park foi negociada e aprovada por um comitê especial do conselho de administração formado por três membros independentes representando os acionistas minoritários. O comitê “foi aconselhado independentemente e teve total autoridade” sobre todos os aspectos da transação, de acordo com o comunicado.

Sob os termos da transação, que será financiada com caixa e contração de dívida, a Pilgrim’s Pride permitirá que a Moy Park continue sediada em Craigavon, na Irlanda do Norte. A administração da Moy Park, liderada pela presidente-executiva, Janet McCollum, será mantida, segundo o comunicado.

A estrutura incomum ocorre num momento em que a JBS, maior processadora de carnes do mundo, enfrenta dificuldades com os desdobramentos de uma investigação de corrupção envolvendo os acionistas controladores Wesley e Joesley Batista.

A JBS disse em fato relevante que os recursos obtidos com a transação serão utilizados para amortizar a dívida de curto prazo no Brasil.

A JBS, que pagou US$ 1,5 bilhão pela Moy Park dois anos atrás, está perto de concluir um plano de venda de ativos desencadeado pela admissão dos irmãos Batista de subornar 1.893 políticos no Brasil.

A Pilgrim’s espera que a compra da Moy Park gere US$ 50 milhões em economias de despesas anualizadas nos próximos dois anos. A combinação deve ser “imediatamente acrescida ao lucro por ação”, informou o comunicado da Pilgrim’s, observando que a oferta pela Moy Park avalia a companhia toda em US$ 1,3 bilhão.

A Moy Park fornece 25% do frango consumido na Europa Ocidental e é uma das 10 maiores empresas de alimentos do Reino Unido.

A JBS controla a Pilgrim’s Pride desde 2009, após pagar US$ 2,8 bilhões por uma participação que agora soma cerca de 75%. A empresa brasileira, que também a segunda maior processadora de alimentos do mundo, anunciou os planos de vender a Moy Park pela primeira vez em 20 de junho.

O Barclays atuou como consultor financeiro da Pilgrim’s, enquanto a Evercore trabalhou com o comitê especial da empresa.

Entre as empresas que manifestaram interesse na compra do negócio estão a chinesa WH Group e a subsidiária Smithfield Foods, além da CapVest Partners LLP, da Louis Dreyfus e do Groupe Bigard.

Publicidade

Aproveite! Assine o DC e tenha notícias exclusivas

Leia também

20/09/2017
Produtores mineiros buscam mais recursos
Em julho e agosto foram desembolsados R$ 3,72 bi, aumento de 34% frente ao mesmo intervalo de 2016
20/09/2017
Sistemas agroflorestais mantêm polinizadores
Áreas com sistemas agroflorestais (SAFs) biodiversos são capazes de contribuir para a conservação das abelhas sem ferrão, conforme resultados obtidos por...
20/09/2017
Comissão fará diagnóstico das condições logísticas no País
Brasília – Na última semana, foi apresentado na reunião da Comissão Nacional de Infraestrutura e Logística da Confederação da Agricultura e...
19/09/2017
Produtores contestam pesquisa do IBGE
Para a Faemg, a previsão de uma safra de 26,41 milhões de sacas em Minas Gerais é superestimada
19/09/2017
IMA abre campanha de recadastramento
O Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA) iniciou ontem campanha de recadastramento dos criadores de bovinos, bubalinos, caprinos, ovinos e equídeos. O recadastramento é...
› últimas notícias
Usiminas reajustará preços em 10,2%
Setor deve mudar o foco dos investimentos
Iace tem alta de 0,7% em agosto, aponta a FGV
MP para repactuação de concessões é publicada
BR Food cogita reduzir produção em fábricas de Uberlândia
Leia mais notícias ›
› Newsletter
O melhor conteúdo exclusivo e gratuito no seu e-mail:

Cadastrar
› Mais Lidas
Minas se distancia da recessão
Fapemig aguarda até 16 de outubro os projetos de pesquisa para o Queijo Minas Artesanal
Compre Certo planeja ampliar atuação no interior do País
Reino Unido estreita, ainda mais, parceria com Fiemg Lab
Arranjos Produtivos Locais em Minas vão receber investimentos personalizados
Leia todas as notícias ›
Publicidade
› Assine o DC

Acesso completo

aos conteúdos online e versão impressa.
Único jornal especializado em Economia, Negócios e Gestão de Minas Gerais.
Ferramenta indispensável para fazer bons negócios.
› Edição Impressa


20 de September de 2017
Conteúdo exclusivo para assinantes
› DC no Facebook
 
© Diário do Comércio. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.