Publicidade
24/09/2017
Login
Entrar

Negócios

01/07/2015

Minascon girou R$ 95 milhões em negócios

Evento apresentou novas tendências, atraiu público interessado em qualificação e gerou oportunidades
Da Redação
Email
A-   A+
O público mineiro se despediu de mais uma edição do Minascon/Construir Minas - maior encontro da cadeia produtiva da construção cilvil do Estado. O evento reuniu, de 24 a 27 de junho, no Centro de Feiras e Exposições George Norman Kutova (Expominas), todos os segmentos da indústria da construção civil, com o objetivo de apresentar as novidades, principais tendências, produtos e as mais modernas soluções representadas por cerca de 200 marcas. Segundo os organizadores, ao longo dos quatro dias do evento, foram gerados, aproximadamente, R$ 95 milhões em negócios.

Saiba mais:
Sustentabilidade e tecnologia foram destaques

O Minascon/Construir Minas abrigou, ainda, uma ampla programação composta por grandes eventos técnicos e de capacitação voltados para profissionais de diversas áreas relacionadas ao setor, contabilizando quase 120 horas de palestras, workshops e debates.

Para o presidente da Câmara da Indústria da Construção (CIC) e vice-presidente da Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg), Teodomiro Diniz Camargos, este é o momento de união da construção para vencer seus desafios e analisar as oportunidades para o futuro. "Apesar de estarmos vivenciando um momento de queda, estamos nos preparando para anos melhores pela frente, visando reduzir custos, produzir cada vez melhor e mais barato. Cabe destacarmos que algumas questões sociais inadiáveis, como a deficiência da infraestrutura e a carência habitacional necessitam da construção. Por isso, esse encontro é tão importante", destacou.

O diretor de Negócios da Fagga, Victor Montenegro, destacou o aumento do público especializado presente à feira, reflexo da ampliação da programação técnica e de parcerias firmadas com entidades do setor, como o Sindicato da Indústria da Construção Civil no Estado de Minas Gerais (Sinduscon-MG), Serviço Social da Indústria da Construção Civil no Estado de Minas Gerais (Seconci-MG), Câmara Brasileira da Indústria da Construção (Cbic), Sindicato das Indústrias de Produtos de Cimento do Estado de Minas Gerais (Siprocimg), Sindicato da Indústria de Cerâmica para Construção e Olaria do Estado de Minas Gerais (Sindicer-MG), Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), Associação do Comércio de Materiais de Construção de Minas Gerais (Acomac-MG), Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Estado de Minas Gerais (CAU-MG), entre outras.

"Isto demonstra uma diversificação no perfil dos nossos visitantes e também o aumento do interesse das pessoas em se especializarem", afirmou. Segundo ele, cerca de 3 mil pessoas de várias cidades do interior e até de outros estados participaram da programação. Montenegro afirmou ainda que, diante das dificuldades, a feira superou as expectativas. "Os expositores ficaram muito satisfeitos, pois tiveram a oportunidade de fechar bons negócios, receber um público qualificado e posicionar suas marcas de forma mais estratégica". Montenegro

Leia também

Unifei entre as mil melhores universidades do mundo
Labfar desenvolve teste antes feito em SP ou nos EUA
Via Varejo expande formato Mobile para todas as lojas Casas Bahia e Pontofrio
Adoção do Watson cresce no Brasil
Cerveja Uai Sô Serious da Verace é premiada

Expositores - Prova disso é o retorno positivo dado pelos expositores mais fiéis da feira. O engenheiro civil da Maccaferri, Junio Pereira Gomes, avalia a Construir como um importante canal de relacionamento com os clientes. "Acredito que essa participação institucional é fundamental, principalmente neste momento mais delicado da economia", disse. "Fazemos parte da Construir Minas desde 2010. Sem dúvida, este é um evento especial para o setor, pois contribui com a geração de negócios. Fizemos boas vendas no evento e tivemos a oportunidade de estreitar relações com nossos clientes", afirmou o vendedor da Sotreq, Hudson Silva.

Quem também ficou satisfeito foi o engenheiro da Amanco Rodrigo Feltre. "O evento surpreendeu, foi maravilhoso. Trabalhamos com tubulação, dependemos de muitas variáveis mas, levando em conta as prospecções que fizemos, podemos dizer que geramos cerca de R$ 200 mil em negócios", disse. Entre os expositores estreantes da Construir, quem também se surpreendeu foi o representante da IGui, Gabriel Pessoa. "Esta é nossa primeira participação na Construir Minas. O evento foi acima das nossas expectativas, pois conseguimos gerar negócios e contatos para ampliar as nossas vendas. Certamente, estaremos presentes em 2016."



Publicidade

Aproveite! Assine o DC e tenha notícias exclusivas

Leia também

23/09/2017
Unifei entre as mil melhores universidades do mundo
UFMG também foi listada
23/09/2017
Labfar desenvolve teste antes feito em SP ou nos EUA
Após desenvolver tecnologia própria, a mineira Labfar foi credenciada pelo Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro) para realizar o conhecido “Teste do...
22/09/2017
Via Varejo expande formato Mobile para todas as lojas Casas Bahia e Pontofrio
Crescimento nas vendas em telefonia levam empresa a expandir modelo para mais 539 filiais até o final de setembro
22/09/2017
Adoção do Watson cresce no Brasil
Plataforma pode ser aplicada em várias áreas, ajudando a resolver grandes desafios
22/09/2017
Cerveja Uai Sô Serious da Verace é premiada
Um bate-papo entre amigos que produziam cerveja artesanal para consumo próprio fez surgir, após a estruturação de um projeto de mercado, cursos e estudos, a Cervejaria...
› últimas notícias
Minas Gerais terá planta de grafeno até 2020
Planta da Mercedes em Juiz de Fora opera com estabilidade
Empresariado está mais otimista e Icei atinge o maior nível desde março de 2013, aponta CNI
Carrefour Brasil troca de presidente e anuncia a emissão de R$ 2 bi em notas
Unifei entre as mil melhores universidades do mundo
Leia mais notícias ›
› Newsletter
O melhor conteúdo exclusivo e gratuito no seu e-mail:

Cadastrar
› Mais Lidas
Fiemg apresenta plano para o Alto Paranaíba
CCPR assume 100% de participação na Itambé
Elmo Calçados fecha acordo com credores e evita falência
Temer recebeu propina, afirma Funaro
Banco Central reduz as projeções para a inflação deste ano
Leia todas as notícias ›
Publicidade
› Assine o DC

Acesso completo

aos conteúdos online e versão impressa.
Único jornal especializado em Economia, Negócios e Gestão de Minas Gerais.
Ferramenta indispensável para fazer bons negócios.
› Edição Impressa


23 de September de 2017
Conteúdo exclusivo para assinantes
› DC no Facebook
 
© Diário do Comércio. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.