Publicidade
24/09/2017
Login
Entrar

Agronegócio

13/09/2017

Minas encerra a safra de grãos com novo recorde de produção

Volume chega a 14 milhões de toneladas
Michelle Valverde
Email
A-   A+
O cultivo de milho alcançou 1,26 milhão de hectares, com alta de 4,8%, ocupando áreas antes usadas por outras culturas/CNH/Divulgação
Com um incremento de 19,2%, Minas Gerais encerrou a safra 2016/17 de grãos com novo recorde de produção, alcançando 14 milhões de toneladas. O clima favorável e os investimentos em tecnologia permitiram incremento de 16,8% na produtividade, enquanto a expansão de área foi de apenas 2,1%. Dentre os produtos, os destaques foram o milho e a soja, que apresentaram produções recordes no período. Os dados são de 12º Levantamento da Safra 2016/17 de grãos, divulgado ontem, pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab).

A área ocupada pela safra de grãos 2016/17 foi de 3,37 milhões de hectares, alta de 2,1%. O crescimento da safra foi impulsionado, principalmente, pelo ganho em produtividade, que registrou média de 4,1 toneladas por hectare, aumento de 16,8% frente à safra anterior. Além do crescente uso de tecnologias, o clima foi mais favorável para a produção. No ano safra anterior, a estiagem registrada principalmente na segunda safra comprometeu o rendimento da produção mineira.

“Minas Gerais produziu 14 milhões de toneladas de grãos, confirmando mais uma safra recorde. Neste período, o fator climático ajudou de forma expressiva. Os preços altos praticados no ano anterior também estimularam o aumento do plantio”, explicou o superintendente de Abastecimento e Economia Agrícola da Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa), João Ricardo Albanez.

Dentre os produtos, o milho foi o destaque. A produção total do cereal alcançou o volume recorde de 7,5 milhões de toneladas, expansão de 27% sobre as 5,9 milhões de toneladas colhidas na safra 2015/16. A área destinada ao cultivo do milho avançou sobre o espaço antes dedicado a outras culturas, como a soja, por exemplo, encerrando o período em 1,26 milhão de hectares, expansão de 4,8%.

Leia também:
No Brasil, alta será de 27,9%, diz Conab
IBGE estima incremento de 30,4% neste ano no País
Colheita da soja cresce 7,1%, com aumento de produtividade


Na safra anterior, a produtividade do cereal foi amplamente prejudicada pela estiagem, mas no atual período, o clima foi favorável e houve expansão de 21,1% no rendimento por hectare, que alcançou 5,93 toneladas.

Na primeira safra de milho, Minas Gerais colheu 5,79 milhões de toneladas, volume 13,5% superior. Já na segunda safra, a expansão chegou a 112,1%, com a colheita de 1,7 milhão de toneladas. A alta expressiva se deve a recuperação da produtividade, que no ano safra 2015/16 foi afetada pela estiagem.

“O milho foi o carro-chefe na safra 2016/17, respondendo por 53,2% da safra estadual. O aumento se deve à recuperação da produtividade e ao aumento dos investimentos em tecnologias e manejo, o que foi incentivado pelos preços altos pagos no período de plantio da safra”.

Albanez destaca que, neste ano, com a safra maior, os preços do milho estão mais baixos, o que poderá interferir na decisão do produtor na hora do plantio. “A média de preço do milho em 2016 foi de R$ 44,5 a saca de 60 quilos, valor que caiu para R$ 30,02 na média de janeiro a agosto de 2017”, informou.

Publicidade

Aproveite! Assine o DC e tenha notícias exclusivas

Leia também

23/09/2017
Receita da agropecuária recua 6,8% em MG
Resultado é referente a agosto, quando o valor da produção no Estado foi estimado em R$ 54,68 bilhões
23/09/2017
PM mantém rede de propriedades rurais
A Polícia Militar de Minas Gerais (PMMG) estabeleceu como uma de suas  prioridades a segurança rural e agora leva para o campo a Rede de Propriedades Rurais Protegidas. O projeto...
23/09/2017
Indústria de café alega retenção de produção para aumento de preços
São Paulo - O setor de café no Brasil tem relatado dificuldades em conseguir produto para suas operações, apesar de a colheita deste ano ter acabado recentemente, em...
22/09/2017
CCPR assume 100% de participação na Itambé
Cooperativa adquire 50% da Vigor
22/09/2017
Produção de café em Minas recua 20,7%, indica a Conab
A retração acontece em função da queda de produtividade e, em menor parcela, da redução de área
› últimas notícias
Minas Gerais terá planta de grafeno até 2020
Planta da Mercedes em Juiz de Fora opera com estabilidade
Empresariado está mais otimista e Icei atinge o maior nível desde março de 2013, aponta CNI
Carrefour Brasil troca de presidente e anuncia a emissão de R$ 2 bi em notas
Unifei entre as mil melhores universidades do mundo
Leia mais notícias ›
› Newsletter
O melhor conteúdo exclusivo e gratuito no seu e-mail:

Cadastrar
› Mais Lidas
Fiemg apresenta plano para o Alto Paranaíba
CCPR assume 100% de participação na Itambé
Elmo Calçados fecha acordo com credores e evita falência
Temer recebeu propina, afirma Funaro
Banco Central reduz as projeções para a inflação deste ano
Leia todas as notícias ›
Publicidade
› Assine o DC

Acesso completo

aos conteúdos online e versão impressa.
Único jornal especializado em Economia, Negócios e Gestão de Minas Gerais.
Ferramenta indispensável para fazer bons negócios.
› Edição Impressa


23 de September de 2017
Conteúdo exclusivo para assinantes
› DC no Facebook
 
© Diário do Comércio. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.