Publicidade
20/08/2017
Login
Entrar

Legislação

28/03/2014

Entrada de MPEs no eSocial indefinida

Email
A-   A+
São Paulo - O governo detalhou ontem o cronograma estimado para a implantação e início da obrigatoriedade do eSocial, sistema que unifica em um único ambiente on-line a prestação de informações fiscais, trabalhistas e previdenciárias das empresas para o governo. A data da obrigatoriedade do eSocial para pequenas e médias empresas (MPEs) está indefinida. Assim, a previsão de janeiro de 2015, divulgada na semana passada, deixa de valer.

Já para as grandes empresas, com receita anual superior a R$ 78 milhões, a data estimada está mantida em outubro deste ano, conforme a estimativa divulgada na última semana.

De acordo com a Receita Federal, os órgãos envolvidos com o Comitê Gestor do Esocial e a Secretaria de Micro e Pequena Empresa estão em negociação para definir uma nova data para a entrada obrigatória de empresas pequenas e médias no eSocial. Nessa lista estão as empresas que apuram lucro presumido, Simples Nacional, entidades imunes ou isentas, microempreendedor individual (MEI), produtores rurais e outros equiparados a empresas, como os autônomos.

A expectativa do empresariado, no entanto, ainda é pela divulgação oficial (via portaria interministerial) do cronograma e do manual que trará alterações nos layout do eSocial. Segundo o Ministério do Trabalho e Emprego, esta portaria será divulgada "em breve". No início de abril, o Comitê Gestor do Esocial se reunirá em Brasília para discutir os pontos do projeto que têm sido mais criticados pelas empresas e definir um cronograma definitivo. Assim, a expectativa é de que a divulgação da portaria ocorra ainda em abril.

Representantes de grandes empresas pressionam o governo por um cronograma mais espaçado. Por isso, é possível que o prazo de outubro seja alterado. Vale lembrar que o eSocial não altera nenhuma legislação atual, mas sim obriga a prestação de contas via um único sistema online, com a promessa de facilitar o cumprimento de obrigações fiscais, trabalhistas e previdenciárias e facilitar o controle e cruzamento de dados pelo governo.

Uma estimativa conservadora da Receita prevê incremento anual de R$ 20 bilhões na arrecadação quando o eSocial estiver funcionando plenamente. De um universo de 12 milhões de contribuintes pessoa jurídica no cadastro da Receita Federal, a maioria tem até mil funcionários (54%). Grandes empresas com mais de 5 mil funcionários representam 24% e as empresas com entre mil e 5 mil empregados são 22% do total. (AE)


Publicidade

Aproveite! Assine o DC e tenha notícias exclusivas

Leia também

19/08/2017
CNJ vai investigar folha de todos os juízes
Tribunais estaduais devem enviar mensalmente cópias do contracheque dos magistrados ao conselho
19/08/2017
TJMG ultrapassa marca de 1 milhão de processos eletrônicos
O Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) superou a marca de 1 milhão de processos judiciais eletrônicos (PJes) no último dia 16. O TJMG atingiu 1.000.057 processos...
18/08/2017
Desoneração da folha afeta a Previdência
Setores beneficiados com renúncia fiscal respondem por mais de 30% da massa salarial do País
18/08/2017
ANS propõe norma para tornar fiscalização de planos mais eficiente
A Consulta Pública nº 65 começou nesta semana a receber contribuições de toda a sociedade acerca da proposta normativa para implementação de um novo...
18/08/2017
Rombo na Funcef é alvo de protesto
Empregados aposentados da Caixa Econômica Federal fazem manifestação hoje, em diversas cidades do País, em repúdio aos rombos na Fundação dos...
› últimas notícias
Cemig oferece R$ 11 bilhões para evitar leilão
Diminui o pessimismo entre os empresários em Minas, aponta Fiemg
Comércio quer negociar com o governo mineiro a redução da carga tributária
BC registra avanço de 0,2% no Sudeste
Federaminas difunde projeto de educação financeira em MG
Leia mais notícias ›
› Newsletter
O melhor conteúdo exclusivo e gratuito no seu e-mail:

Cadastrar
› Mais Lidas
Desoneração da folha afeta a Previdência
BNDES aprova R$ 122,8 milhões para Instituto Senai
Rombo na Funcef é alvo de protesto
Cinco municípios geram empregos em Minas
Rio das Velhas atinge nível crítico de vazão
Leia todas as notícias ›
Publicidade
› Assine o DC

Acesso completo

aos conteúdos online e versão impressa.
Único jornal especializado em Economia, Negócios e Gestão de Minas Gerais.
Ferramenta indispensável para fazer bons negócios.
› Edição Impressa


19 de August de 2017
Conteúdo exclusivo para assinantes
› DC no Facebook
 
© Diário do Comércio. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.