Publicidade
20/09/2017
Login
Entrar

Internacional

15/08/2017

Corte a importações da Coreia do Norte é imposto

País deixa de comprar carvão, minério, chumbo e frutos do mar
Reuters
Email
A-   A+
Pequim já estaria sancionando produtos norte-coreanos antes mesmo de a ONU determinar o corte, em 6 de agosto/Divulgação
Pequim - O Ministério do Comércio chinês emitiu uma proibição, que entra em vigor a partir de terça-feira (15), a diversas importações da Coreia do Norte, incluindo carvão, minério de ferro, chumbo e seus concentrados e frutos do mar, em uma ação que está em linha com as sanções da ONU anunciadas neste mês. Pequim emitiu a ordem de proibição na segunda-feira (14).

As sanções da ONU precisam ser implementadas até 30 dias depois da aprovação da resolução, que aconteceu em 6 de agosto.

O governo chinês afirmou que qualquer carga já a caminho da China será liberada pela alfândega como de costume, antes do prazo estabelecido por sanções da ONU.
Apesar disso, a China pressionou seus comerciantes de minério de ferro a parar de comprar a mercadoria da Coreia do Norte mesmo antes do voto do Conselho de Segurança das Nações Unidas, para proibir os negócios como punição pelos testes de Pyongyang com mísseis, informaram dois comerciantes.

O Conselho de Segurança aprovou em 6 de agosto, por unanimidade, uma resolução que proíbe as exportações norte-coreanas de carvão, ferro, minério de ferro, chumbo, minério de chumbo e frutos do mar, em uma tentativa de sufocar um terço da receita anual de US$ 3 bilhões com embarques pelo país.

Leia também:
Trump assina ordem que  força comércio bilateral
Tigre asiático não apoia interferência na Venezuela
Forte crescimento econômico sinaliza cansaço


A resolução, elaborada pelos Estados Unidos para reprimir as principais exportações de commodities da nação rival, foi apontada como punição pelos testes de mísseis balísticos intercontinentais (ICBM, na sigla em inglês) realizados em julho por Pyongyang . A proibição deverá entrar em vigor no início de setembro.

Mas um comerciante veterano, com base no porto de Rizhao e que mexe com carvão, e outro de Pequim que lida com minério de ferro, inclusive proveniente da Coreia do Norte, disseram que o governo chinês já havia parado de emitir licenças para trazer minério de ferro do país vizinho há várias semanas.

Eles falaram sob condição de anonimato, pois não estão autorizados a conversar com a mídia. A primeira fonte afirmou que as autoridades chinesas começaram a coibir os negócios duas semanas atrás, enquanto o segundo comerciante apontou que isso já tem 20 dias.

Publicidade

Aproveite! Assine o DC e tenha notícias exclusivas

Leia também

20/09/2017
Trump ameaça a Coreia do Norte na Assembleia Geral da ONU
Presidente dos EUA fala em destruir país asiático
20/09/2017
Câmara da União Europeia cobra abertura de mercado na China
Pequim - A Câmara de Comércio da União Europeia na China afirmou ontem esperar que a nova liderança que sairá da reunião do Partido Comunista chinês...
20/09/2017
Temer defende saída diplomática para a crise
Brasília - O presidente Michel Temer defendeu ontem uma “solução diplomática” para o conflito entre os Estados Unidos e a Coreia do Norte, que teve mais um...
20/09/2017
Cuba também é alvo de críticas do governo dos EUA
Nova York - O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmou em seu discurso na Assembleia Geral da ONU que o regime de Cuba é “corrupto e desestabilizador” e reiterou...
19/09/2017
Donald Trump faz críticas às Nações Unidas
Presidente norte-americano pediu reformas em sua primeira visita à sede da ONU em Nova York
› últimas notícias
Usiminas reajustará preços em 10,2%
Setor deve mudar o foco dos investimentos
Iace tem alta de 0,7% em agosto, aponta a FGV
MP para repactuação de concessões é publicada
BR Food cogita reduzir produção em fábricas de Uberlândia
Leia mais notícias ›
› Newsletter
O melhor conteúdo exclusivo e gratuito no seu e-mail:

Cadastrar
› Mais Lidas
Minas se distancia da recessão
Fapemig aguarda até 16 de outubro os projetos de pesquisa para o Queijo Minas Artesanal
Compre Certo planeja ampliar atuação no interior do País
Reino Unido estreita, ainda mais, parceria com Fiemg Lab
Arranjos Produtivos Locais em Minas vão receber investimentos personalizados
Leia todas as notícias ›
Publicidade
› Assine o DC

Acesso completo

aos conteúdos online e versão impressa.
Único jornal especializado em Economia, Negócios e Gestão de Minas Gerais.
Ferramenta indispensável para fazer bons negócios.
› Edição Impressa


20 de September de 2017
Conteúdo exclusivo para assinantes
› DC no Facebook
 
© Diário do Comércio. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.