Publicidade
20/11/2017
Login
Entrar

DC Mais

14/09/2017

Concurso estimula produção de moda em Minas Gerais

Da Redação
Email
A-   A+
O governo do Estado, por meio da Companhia de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais (Codemig), anunciou os selecionados para concorrer à segunda etapa do Prêmio Empresa Tendência, que tem o objetivo de estimular pequenos produtores de moda em Minas. As marcas escolhidas terão a oportunidade de apresentar e comercializar suas coleções em espaços coletivos na próxima edição do Minas Trend, em outubro, e disputam a fase final do concurso.

O Prêmio Empresa Tendência está em sua 5ª edição e oferece, aos produtores de moda mineiros, acesso ao maior salão de negócios do País, fomentando o desenvolvimento do setor no Estado. Os vencedores, selecionados entre os participantes de estandes coletivos, serão premiados com a cessão e montagem completa de um estande individual para sua marca na edição seguinte do evento, em abril de 2018.

Foram selecionados para a segunda etapa do prêmio: quatro representantes do setor de vestuário, três produtores de bijuterias, uma marca de calçados e uma de bolsas. A seleção foi feita por uma equipe curatorial, coordenada pela jornalista de moda Natália Dornellas, graduada pela London School of Fashion e colaboradora de veículos nacionais e internacionais.

Os critérios de seleção foram: originalidade e design, qualidade de produção e acabamento, capacidade produtiva, possibilidade de expansão do negócio, adequação ao público-alvo, apresentação e comunicação da marca. A escolha é orientada para valorizar profissionais de diversas partes do Estado e apoiar iniciativas de maior potencial de contribuição ao desenvolvimento econômico, com geração de empregos, receitas e práticas inovadoras.

As selecionadas para o 5º Prêmio Empresa Tendência no segmento de vestuário foram Candê, marca de vestidos, com combinação de estampas exclusivas e estilo vintage; Denise Valadares, que trabalha com bordados feitos à mão em peças jeans e de moleton; Renata Coelho, grife de Nova Lima, que aposta em peças modernas dentro do conceito “slow fashion”; e Viviane Ribeiro, de Teófilo Otoni (Vale do Mucuri), que produz moda praia sofisticada, em alfaiataria, com bordados e rendas.

Na categoria de bijuterias, foram escolhidas Anma, de Timóteo (Vale do Aço), com trabalhos em processo artesanal e estilo minimalista; Fernanda Torquett, que transforma materiais de descarte da indústria de bijuterias e metais da construção civil em peças exclusivas; e Benedita, produtora de acessórios a partir de técnicas tradicionais como crochet, macramê e bordado.

Na divisão de bolsas e calçados, foram selecionadas a Diwo, marca de bolsas criadas pelo trabalho colaborativo de vários designers, que priorizam originalidade e bom acabamento; e Tatiana Marques, fabricante de calçados originais inspirados na tradição mineira e que privilegiam o conforto.

Próxima edição - Na edição de outubro do Minas Trend, as três marcas vencedoras do último Prêmio Empresa Tendência, realizado em abril de 2017, irão apresentar suas coleções em estandes individuais criados e montados pela Codemig. São elas: a grife de streetwear Nephew, a marca de bijuterias em acrílico Aramez e o Estúdio NHNH, que faz calçados sem o uso de matéria prima animal.

O Minas Trend é realizado pela Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg), com apoio da Codemig, constituindo um espaço privilegiado de projeção e consolidação de grifes locais. Em abril, a Codemig assinou um convênio com a Fiemg no valor de R$ 3.677.500,00 para garantir a realização de quatro edições do evento, em 2017, 2018 e 2019.

O Minas Trend é considerado o principal evento nacional de comercialização de moda, com presença de compradores renomados do Brasil e do exterior, que o tornam um espaço privilegiado de projeção e consolidação de grifes locais. A 21ª edição será realizada no Expominas Belo Horizonte, entre os dias 3 e 6 de outubro de 2017, e apresentará conceitos e tendências para as estações outono e inverno de 2018.

A cadeia produtiva da moda oferece importante contribuição à economia. Em 2013, gerou riquezas para o Estado no valor de R$ 3,3 bilhões. Os dados são de uma pesquisa encomendada pela Codemig à Fundação João Pinheiro (FJP). O estudo revelou que, em 2014, os empregos do setor corresponderam a 15,2% da indústria de transformação e a moda impulsiona a economia de 135 municípios de Minas, onde o setor tem peso maior na produção industrial do que a média do Estado. As informações são da Agência Minas.

Publicidade

Aproveite! Assine o DC e tenha notícias exclusivas

Leia também

18/11/2017
Festival realça as delícias culinárias de Diamantina
A oitava edição do Diamantina Gourmet, que será encerrada domingo (19), busca a consolidação do evento na terra de Chica da Silva e Juscelino Kubitschek,...
18/11/2017
Curtas DC Mais
Uma BH melhor O trabalho “Código de Posturas: Contribuições da ACMinas para uma BH melhor”, formulado pelo Conselho Empresarial de Assuntos Jurídicos,...
18/11/2017
Agenda Cultural 18/11
Comédia Teatro - Em sua segunda montagem, a peça “Amor de Salto Alto”, da Tannure Produções Artísticas, tem direção de Daniel...
17/11/2017
Grupo Corpo a preços populares
Para fechar sua agenda de atividades de 2017, o Grupo Corpo faz uma temporada a preços populares em Belo Horizonte. O programa duplo, composto pelas duas peças que comemoraram os 40...
17/11/2017
Há 100 anos nascia o imortal Josué Montello
Na cabeceira da cama de meu pai havia sempre mais de um livro. Não era raro que, ao lado de um volume sobre novas descobertas científicas ou sobre os mistérios da mente humana...
 
© Diário do Comércio. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.