Publicidade
22/09/2017
Login
Entrar

DC Mais

09/09/2014

Comissão vai convocar empresas

Email
A-   A+
A Comissão Nacional da Verdade anunciou ontem que vai convocar empresas que colaboraram com a ditadura militar (1964-85) para prestarem esclarecimentos.

Um dos focos de investigação do grupo, a colaboração de companhias nacionais e estrangeiras com a repressão será tema de uma audiência que deve ser realizada no próximo mês, segundo a advogada Rosa Cardoso, uma das comissárias.

"Ainda vamos estudar as várias formas de responsabilização dessas empresas, mas há tratados e entendimentos internacionais que dizem que, em situações como a da ditadura brasileira, a responsabilização das empresas e dos empresários não pode ser esquecida", ressaltou Cardoso.

Dezenas de companhias, nacionais e estrangeiras, ajudaram os órgãos da repressão denunciando trabalhadores engajados na resistência e repassando informações sobre a atuação deles, sobretudo nos sindicatos, entre o final dos anos 1970 e o início da década de 1980. Há casos de companhias que repassaram fichas funcionais dos empregados aos órgãos de segurança.

Com a ajuda de similares municipais e estaduais ou com foco no setor sindical, a Comissão Nacional da Verdade já tem uma lista inicial de pelo menos 20 empresas que constam em documentos dos órgãos de repressão como colaboradoras. São elas: Monark, Caterpillar, Confab, Engesa, Embraer, Avibras, Rhodia, Ford, Ericsson, FNV, General Motors, Petrobras, Johnson, Kodak, Philips, Telesp, Villares, Embrape, Vibasa e Volkswagen.

Leia também

"A Costa dos Murmúrios", da portuguesa Lídia Jorge
CURTAS | DC Mais
AGENDA CULTURAL 22/09
Escravidão moderna assola mais de 40 milhões de pessoas
Curtas DC Mais 21/09

Recusa - Convocado para depor nesta segunda-feira (8) na Comissão Nacional da Verdade para tratar do período da ditadura militar (1964-1985), o tenente da reserva José Conegundes do Nascimento respondeu que não iria comparecer porque "não (colaborava) com o inimigo". Em resposta escrita, Conegundes afirmou ainda para os integrantes da Comissão: "se virem".

Conegundes combateu esquerdistas na Guerrilha do Araguaia (1972-1974), implantada pelo PC do B com o objetivo de formar, com a infiltração gradual de militantes armados e integrados à comunidade local, uma área militarizada na região que hoje abrange o norte do Tocantins e o sudeste do Pará.

Ele era um dos cinco militares esperados na Comissão da Verdade em depoimentos marcados para esta segunda. Três apresentaram atestados médicos, incluindo o coronel da reserva Sebastião Rodrigues de Moura, o Curió, um dos chefes da repressão aos esquerdistas na Guerrilha do Araguaia. (FP)





Publicidade

Aproveite! Assine o DC e tenha notícias exclusivas

Leia também

22/09/2017
"A Costa dos Murmúrios", da portuguesa Lídia Jorge
Volto a escrever sobre Lídia Jorge, uma das mais premiadas autoras portuguesas da atualidade. Se antes comentei a respeito de um de seus mais impressionantes livros, “O Vale da...
22/09/2017
CURTAS | DC Mais
“Confisco tributário” A próxima reunião plenária semanal de diretores, sócios e convidados especiais da Associação Comercial e...
22/09/2017
AGENDA CULTURAL 22/09
Russo - Organizado pelo Centro de Cultura Popular (CPC), a mostra “100 Anos da Revolução de Outubro” reúne 22 filmes que abordam diferentes períodos...
21/09/2017
Escravidão moderna assola mais de 40 milhões de pessoas
Lisboa - A Organização Internacional do Trabalho (OIT) divulgou uma pesquisa, desenvolvida com a Fundação Walk Free, em parceria com a Organização...
21/09/2017
Curtas DC Mais 21/09
Conexão com startups O Fiemg Lab, primeiro programa de aceleração de empresas de base tecnológica promovido por uma federação de indústria do...
› últimas notícias
Corporate Startup Summit 2017 discute colaboração entre startups e grandes empresas
Exportações crescem15,7% puxadas pelas commodities
Devolução de R$ 50 bilhões é confirmada por diretor do banco
Expectativa dos consumidores piora
Bolsa fecha em baixa de 0,53% e dólar volta a subir
Leia mais notícias ›
› Newsletter
O melhor conteúdo exclusivo e gratuito no seu e-mail:

Cadastrar
› Mais Lidas
Usiminas reajustará preços em 10,2%
Setor de mineração deve mudar o foco dos investimentos
Fiemg apresenta plano para o Alto Paranaíba
BR Food cogita reduzir produção em fábricas de Uberlândia
Crise econômica impacta o financiamento estudantil
Leia todas as notícias ›
Publicidade
› Assine o DC

Acesso completo

aos conteúdos online e versão impressa.
Único jornal especializado em Economia, Negócios e Gestão de Minas Gerais.
Ferramenta indispensável para fazer bons negócios.
› Edição Impressa


22 de September de 2017
Conteúdo exclusivo para assinantes
› DC no Facebook
 
© Diário do Comércio. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.