20/08/2018
Login
Entrar

Internacional

26/07/2018

Países incentivam cooperação e luta contra protecionismo

Ideia é que bloco una forças contra ameaças dos EUA
Reuters
Email
A-   A+
Presidente da África do Sul, Cyril Ramaphosa, e Temer participaram de jantar do Brics/CESAR ITIBERÊ/PR
Joanesburgo - A China e a África do Sul pediram aos outros governos do Brics ontem que lutem contra o protecionismo e incentivem o comércio global multilateral, em face das ameaças de tarifas do presidente dos Estados Unidos (EUA), Donald Trump, que colocam o comércio global em risco.

Os alertas de Trump criaram um novo incentivo para Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul reforçarem sua cooperação comercial, e autoridades presentes na cúpula de três dias, iniciada ontem, em Joanesburgo, encontraram uma voz coletiva em defesa do comércio internacional.

O encontro de presidentes do bloco comercial é o primeiro desde que o governo Trump iniciou uma ofensiva para reequilibrar o multilateralismo comercial que o norte-americano classificou como injusto, relacionamentos que os EUA defenderam no passado.

“É nossa obrigação sincera demonstrar nosso compromisso com o sistema de comércio multilateral, salvaguardar a existência da OMC (Organização Mundial do Comércio) e também demonstrar nossa posição clara e forte contra qualquer ação unilateral e protecionismo”, disse o diretor-geral do Ministério do Comércio da China, Zhang Shaogang, na cúpula de países-membros do Brics.   

Apoio mútuo - “A cooperação no comércio e no investimento é a propulsora de uma cooperação abrangente dos Brics. Precisamos tornar nossa cooperação mais pragmática e institucionalizada”.

O ministro do Comércio sul-africano, Rob Davies, destacou que a economia mais industrializada da África está sendo afetada por danos colaterais. “Todos nós, Brics, concordamos que este momento da economia global exige que fortaleçamos nossa parceria”, afirmou Davies.

Publicidade

Aproveite! Assine o DC e tenha notícias exclusivas

Leia também

18/08/2018
Crise argentina prejudica acerto de acordo entre blocos
Fragilidade de país vizinho vem desestabilizando negociações comerciais
18/08/2018
Pentágono diz que China treina para atacar os EUA
Washington - Os militares da China ampliaram suas operações de bombardeiros nos últimos anos, porque “provavelmente estão treinando para atacar” os Estados...
17/08/2018
China e EUA acertam rodada de negociações para o fim deste mês
Reunião pode significar progresso na solução de conflito
17/08/2018
Itália e UE trocam acusações por queda de ponte
Roma - A atribuição de culpa alheia pelo colapso fatal da ponte Morandi, na Itália, se intensificou ontem com autoridades italianas e da União Europeia (UE) buscando...
15/08/2018
EUA ameaça com novas sanções e Turquia promete retaliar
Pressão americana é para que turcos libertem pastor
› últimas notícias
Leia mais notícias ›
› Newsletter
O melhor conteúdo exclusivo e gratuito no seu e-mail:




Cadastrar
› Mais Lidas
Leia todas as notícias ›
Publicidade
› Assine o DC

Acesso completo

aos conteúdos online e versão impressa.
Único jornal especializado em Economia, Negócios e Gestão de Minas Gerais.
Ferramenta indispensável para fazer bons negócios.
› Edição Impressa


18 de agosto de 2018
Conteúdo exclusivo para assinantes
› DC no Facebook
 
© Diário do Comércio. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.