20/08/2018
Login
Entrar

Negócios

26/07/2018

Sebrae vai aderir à carta de princípios da ONU

Documento que será assinado nesta sexta-feira visa o empoderamento das mulheres empreendedoras
Agência Senado Notícias
Email
A-   A+
Heloisa Menezes destaca a importância do Sebrae aderir à iniciativa da ONU Mulheres/Charles Damasceno - Sebrae
Nos últimos dois anos, as mulheres vêm consolidando um papel de protagonistas no universo do empreendedorismo brasileiro. Pesquisas conduzidas pelo Sebrae, como a Global Entrepreneurship Monitor (GEM) e o Anuário do Trabalho nos Pequenos Negócios, mostram que desde 2017 as mulheres superaram os homens na abertura de empresas e já são maioria entre os trabalhadores com carteira assinada nos pequenos negócios. Em sintonia com esse avanço, o Sebrae assina, no próximo dia 27 de julho, a carta de adesão aos “Princípios de Empoderamento das Mulheres”, da ONU Mulheres e do Pacto Global das Nações Unidas, cuja finalidade é compartilhar poder às mulheres para que participem de forma plena da vida econômica em todos os setores e em todos os níveis da economia brasileira.

Com essa decisão, o Sebrae passa a integrar um grupo de mais de 170 entidades públicas e empresas que incorporaram em seus negócios valores e práticas que visam à equidade de gênero e a consolidação do papel das mulheres na sociedade e na economia. Hoje, as mulheres representam 24 milhões de empreendedoras no Brasil, número pouco inferior ao universo masculino, que é de 25,4 milhões. No entanto, entre os pequenos negócios iniciados nos últimos três anos e meio, elas lideram o ranking, com 14,2 milhões em relação aos homens, que somam 13,3 milhões. O dado adverso é que elas continuam com remuneração menor que os homens, apesar de serem mais escolarizadas.

Com pós-doutorado em Química, Natália Cristina Santos Costa decidiu se tornar empreendedora ao assumir o estabelecimento do pai, o Skina Restaurante e Pizzaria, em Capitólio. “A minha decisão foi ficar perto da minha família e, porque não, auxiliar meu pai que já vem desenvolvendo o negócio há tanto tempo (40 anos)”, afirma Natália. Assim como o pai, Natália fez vários cursos, participou de bootcamp, Sebraetec (design de ambiente) e vai iniciar o Empretec. Agora, ela planeja expandir o negócio: “Atualmente, abrimos somente no turno da noite, mas após uma reforma, vamos funcionar o dia todo”, explica a empreendedora.

Princípios – Os Princípios de Empoderamento das Mulheres consistem em sete princípios orientadores voltados ao empoderamento econômico das mulheres a serem adotados por todos os seus signatários. O documento será assinado pela diretora técnica e presidente em exercício do Sebrae, Heloisa Menezes, com a presença da representante da ONU Mulheres no Brasil, Nadine Gasman, no próximo dia 27. Na ocasião, também acontecerá, na sede do Sebrae, em Brasília, um painel para debater sobre o tema: “Empreendedorismo feminino – desafios e oportunidades”, com as presenças da ganhadora do Prêmio Sebrae Mulher de Negócio 2013, Ágda Oliver, e da líder da Rede das Mulheres Empreendedoras, Ana Fontes.
“É fundamental que o Sebrae faça parte dessa iniciativa, por atuar no fomento ao empreendedorismo feminino, que faz com que a mulher alcance, entre outros objetivos, sua liberdade econômica e contribua de forma decisiva e inovadora com a geração de emprego e renda no País”, afirma Heloisa Menezes. “Muitas vezes, elas se encontram em uma situação de risco e ameaçadas pela violência doméstica por não terem remuneração e, a partir do momento que conquistam sua própria renda, mudam essa condição e constroem uma nova história”, acrescenta.

Para Nadine Gasman, representante da ONU Mulheres Brasil, “a adesão do Sebrae possibilita fortalecer o empoderamento econômico das mulheres a partir de ações específicas para a igualdade de gênero, raça e etnia e o fechamento de brechas que impedem as mulheres de obter a rentabilidade máxima do seu trabalho e da geração de riquezas equilibrada nas cadeias produtivas”.

A representante da ONU Mulheres Brasil destaca, ainda, que a parceria com o Sebrae é importante para trocas de conhecimento e oportunidades de negócios entre empreendedoras do Brasil, América Latina e Europa por meio do programa regional Ganha-Ganha: Igualdade de Gênero Significa Bons Negócios. “Há potencial de trocas estratégicas entre o Sebrae e suas parceiras diretas, o grupo de empresas signatárias e a rede de empreendedoras do Brasil e do exterior por meio do programa regional Ganha-Ganha: Igualdade de Gênero significa Bons Negócios, desenvolvido pela ONU Mulheres, OIT e União Europeia em seis países da América Latina e Caribe, incluindo o Brasil”.


MINAS VAI GANHAR NOVAS UNIDADES DA EFG NEJ

Serão inauguradas em agosto as novas unidades do Núcleo de Empreendedorismo Juvenil (EFG NEJ) do Sebrae, em Montes Claros, no Norte de Minas, e em Belo Oriente, na região do Vale do Aço. O projeto oferece formação empreendedora, por meio do curso técnico em Administração gratuito, para jovens da rede pública de ensino. Em Montes Claros, o curso irá funcionar na Fundação Educacional Montes Claros (Femc) e, em Belo Oriente, na Escola Municipal Francisco Gonçalves de Brito.

Em Montes Claros, o projeto é uma parceria do Sebrae com a empresa Novo Nordisk e a Fundação Educacional Montes Claros. A aula inaugural será realizada no dia 6 de agosto. A primeira turma terá 30 alunos. “O NEJ é um projeto de extrema importância na medida em que oferece oportunidade para jovens, em situação de risco social, de se desenvolverem profissional e pessoalmente. O projeto forma os jovens para se tornarem cidadãos críticos e proativos, preparados para contribuir efetivamente com o desenvolvimento do território”, destaca o gerente da regional Norte do Sebrae-MG, Cláudio Oliveira.

Em Belo Oriente, no Vale do Aço, o projeto será realizado pelo Sebrae em parceria com a Cenibra, a Prefeitura de Belo Oriente e a União Brasileira de Educação Católica (Ubec). As primeiras turmas irão contemplar 80 alunos. A previsão é que a aula inaugural seja realizada no dia 13 de agosto. “Estamos com uma expectativa muito grande, sabemos que o NEJ terá um impacto muito positivo para os alunos e para o desenvolvimento da região. Seja para abrir uma empresa, para ingressar no mercado, o NEJ forma o aluno para se tornar um protagonista”, ressalta o gerente da regional Rio Doce e Vale do Aço, Fabrício Fernandes.

Núcleo - O Núcleo de Empreendedorismo Juvenil é um projeto social da Escola do Sebrae de Formação Gerencial (EFG), em parceria com o governo de Minas, e nasceu com a proposta de formar jovens na área de gestão de empresas, desenvolvendo competências empreendedoras e conhecimentos de administração. Para ingressar, o jovem precisa estar cursando o 3º ano ou ter concluído o ensino médio na rede pública de ensino, ter idade entre 16 e 24 anos e ser aprovado no processo seletivo. O curso é gratuito e tem duração de um ano. Em Belo Horizonte, o NEJ funciona no Plug Minas, local onde anteriormente funcionava uma unidade da Febem. O projeto foi fundado em 2010 e, até então, já formou mais de 1.500 jovens empreendedores.

“O NEJ forma os alunos para que se tornem cidadãos autônomos, protagonistas das suas próprias histórias. Oferecemos uma metodologia própria que prepara o jovem para o mercado e para encarar os desafios em todas as esferas da vida”, reforça o gerente do Sistema de Formação Gerencial, Ricardo Pereira.

Publicidade

Aproveite! Assine o DC e tenha notícias exclusivas

Leia também

18/08/2018
Lar Imóveis investe em tecnologia
Empresa tem plano de aportes de R$ 2,5 milhões neste ano em transformação digital
18/08/2018
Congresso em Uberlândia deve girar R$ 40 mi
Mais de 5 mil pessoas são esperadas na segunda edição do Congresso Internacional de Tecnologia, Inovação, Empreendedorismo e Sustentabilidade (Cities), que...
18/08/2018
Empresários portugueses visitam polo da Capital
A Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico (SMDE) quer atrair investidores para diversificar a economia de Belo Horizonte, especialmente nas áreas de inovação e...
18/08/2018
Empresas devem buscar a reinvenção no mundo atual
Tecnologia provoca mudanças
18/08/2018
Livros contam a história de Cícero Ferreira
Acontece nesta segunda-feira, no Salão Nobre da Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), o lançamento da biografia do fundador da Faculdade de Medicina de...
› últimas notícias
Leia mais notícias ›
› Newsletter
O melhor conteúdo exclusivo e gratuito no seu e-mail:




Cadastrar
› Mais Lidas
Leia todas as notícias ›
Publicidade
› Assine o DC

Acesso completo

aos conteúdos online e versão impressa.
Único jornal especializado em Economia, Negócios e Gestão de Minas Gerais.
Ferramenta indispensável para fazer bons negócios.
› Edição Impressa


18 de agosto de 2018
Conteúdo exclusivo para assinantes
› DC no Facebook
 
© Diário do Comércio. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.