Publicidade

Economia

Cemig decide participar do leilão de suas 18 usinas

Esta seria a contrapartida para a renovação da concessão de três grandes hidrelétricas
A Cemig registrou lucro líqüido de R$ 3,13 bilhões no ano passado, crescimento de 1,1% em relação a 2013/Arquivo Cemig
Depois de abrir mão da renovação da concessão de 18 usinas, por discordar das novas regras impostas pelo governo federal, sob a alegação de que a redução dos retornos financeiros era inviável financeiramente, a Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig) decidiu participar dos leilões destes ativos e pleitear a permanência das hidrelétricas na carteira do grupo. Essa seria a contrapartida para conseguir a renovação de Jaguara, São Simão e Miranda de forma negociada. " a nossa contribuição para a modicidade tarifária", afirmou o presidente da empresa, Mauro Borges, ao divulgar que a Cemig registrou lucro líqüido de R$ 3,13 bilhões no ano passado, crescimento de 1,1% em relação a 2013.

Indicadores

IBOVESPA

-0.96%

50094 pts

Dow Jones

+0.19%

17678 pts

Nasdaq

+0.57%

4863 pts

S&P 500

+0.24%

2061 pts

Dólar

R$3.24

+1.55%

Euro

R$3.53

+2.99%

Libra

R$4.81

+2.85%

Iene

R$0.02

+3.4%
Fechamento do dia 27 de março de 2015. Cotações de venda das moedas.

DCMais

Feam cria portal com informações sobre mudanças climáticas

A Gerência de Energia e Mudanças Climáticas da Fundação...

CURTAS

Pós no Ibmec As aulas dos Programas Executivos do Ibmec estão prestes a...

IBGE não fará censo em função do "alto custo"

Brasília - O Ministério do Planejamento divulgou ontem reforçando que a...

 
© 2014 Diário do Comércio. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.