Publicidade
17/11/2017
Login
Entrar

Economia

Caixa da Cemig pode ter reforço de R$ 4 bilhões até 2018

Montante virá de parte dos 10 ativos colocados à venda pela estatal
O prejuízo da Cemig no 3º trimestre foi de R$ 83,7 milhões, ante lucro de R$ 433,5 milhões no mesmo período de 2016/ELDERTH THEZA/DIVULGAÇÃO
Embora tenha anunciado oficialmente a implementação de um Programa de Desinvestimentos ao mercado financeiro em junho deste ano, a Cemig vem trabalhando no processo de desalavancagem há cerca de um ano e já começa a colher os frutos da estratégia. Os dez ativos colocados à venda se encontram em diferentes estágios de negociação, alguns estruturados e outros com propostas bem encaminhadas. A informação é do superintendente de Relações com Investidores da companhia, Antonio Carlos Velez. Segundo ele, os negócios mais avançados dizem respeito à comercialização de parte da Taesa, à participação da companhia na Light - distribuidora que atende a Região Metropolitana do Rio de Janeiro, à participação na Renova, e à venda da Hidrelétrica Santo Antônio, em Rondônia.
Publicidade
Publicidade

Indicadores

IBOVESPA

-1.93%

72.93 pts

Dow Jones

-0.43%

23.461 pts

Nasdaq

-0.67%

6.298 pts

S&P 500

-0.41%

2.583 pts

Dólar

R$3.26

Euro

R$3.80

Libra

R$4.29

Iene

R$0.03

IPCA IBGE

0.16%

IPCA IPEAD

0.29%

IGP-M

0.20%

Fechamento do dia 09 de November de 2017. Cotações de venda das moedas.

Espaço de Entidades e Associações

DCMais

Grupo Corpo a preços populares

Para fechar sua agenda de atividades de 2017, o Grupo Corpo faz uma temporada a preços...

Há 100 anos nascia o imortal Josué Montello

Na cabeceira da cama de meu pai havia sempre mais de um livro. Não era raro que, ao lado...

CURTAS | DC Mais

Encontro de Reflexão A Associação de Dirigentes Cristãos de...

 
© Diário do Comércio. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.